Rio

20110416-220444.jpg

Há muito, muito tempo, quando ainda só havia dois canais, as telenovelas brasileiras eram incontornáveis, e de cada vez que aparecia um personagem português, era interpretado por um actor brasileiro. A imitar o sotaque português. E soava sempre falso.

Hoje levámos a minha sobrinha ao cinema pela primeira vez. Nunca gostei de ver filmes dobrados em português, mas com uma miúda de três anos, tem de ser. Fomos ver “Rio”, um filme em que um pássaro exótico e a sua dona viajam para o Rio de Janeiro. E enquanto estes dois personagens falam em português de Portugal, todos os outros são brasileiros. Mas são dobrados por actores portugueses a imitar sotaque brasileiro. Mal. Ridículo. Embaraçoso.

Assim.

Ocorre-me que pode ser propositado, que pode ser apenas uma aproximação levezinha ao sotaque brasileiro, para ser mais fácil de perceber pelos mais pequenos. Mas enquanto a animação magnífica e exuberante me deliciou, o estranho sotaque mal parido distraiu-me e irritou-me o filme todo.

A Helena ficou fascinada, claro. Portou-se lindamente e já nos comunicou que para a próxima quer ir ver o do coelho da Páscoa. Já eu, o que gostava mesmo era de ter a idade dela, estar a ver tudo pela primeira vez, e não me deixar irritar por pormenores que não interessam nada!

Leave a Reply